quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Vergonha de ser brasileiro — O Brasil não é um país sério


SEGURANÇA NO BRASIL:

– Se você não gostou do que leu até agora, o pior está aqui.

– No Brasil há mais assassinatos que na Palestina, no Afeganistão, Síria e no Iraque JUNTOS. – No Brasil há mais assassinatos que em toda a AMÉRICA DO NORTE + EUROPA + JAPÃO + OCEANIA.

– A guerra do Vietnã matou 50.000 pessoas em 7 anos. No Brasil se mata a mesma quantidade em um ano.

– Ano passado foram 50.177 segundo o governo, segundo a ONGs superam 63.000 mortes. – Todo brasileiro conhece alguém que foi assassinado.

– 1% dos casos resultam em prisão.

– Este 1% não chega a cumprir 1/6 da pena, e é beneficiado por vantagens que se dão aos criminosos.

– As prisões parecem masmorras e não recuperam.

– Rebeliões com dezenas de mortos, pessoas decapitadas, esquartejadas são frequentes.

– Recomenda-se levar uma pequenas quantidade de dinheiro para caso de assaltos. É comum assassinarem as pessoas que nada tem para o assalto.

– Não leve o cartão consigo, você pode ser vítima de uma espécie de sequestro que só tem no Brasil: “Sequestro Relâmpago”.

– Não use relógios, máquinas fotográficas, celulares, pulseiras, brincos, colares, anéis, bolsas caras, bonés caros, óculos caros, tênis caro, etc.… vista-se da forma mais simples possível. – Se for assaltado, não reaja.

– Não ande pelas ruas após as 22hs.

– Caixas eletrônicos não funcionam após as 22h30, devido aos assaltos. Os políticos, no lugar de aumentar a segurança, tiveram a brilhante ideia de proibir o cidadão de bem de tirar dinheiro do caixa. – Os bancos fecham as 15hs.

– Só faça câmbio em bancos ou casas autorizadas. Existe uma grande quantidade de moeda falsa e estrangeiros são alvo fácil.

– Policiais são monoglotas. Aprenda frases como: “Eu fui assaltado”; “preciso de ajuda”, “estou ferido”, “sou francês, leve-me ao consulado por favor

– Há falsas blitz para assaltar pessoas.


E VOCÊ AINDA 
PREOCUPADO PORQUE NO BRASIL 
FOI BLOQUEADO POR 48 HORAS O WHATSAPP ??

texto tirado do site 

Urbs Magna